quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Vocês sabem que eu adoro abraços...

Sentir o nosso coração ao mesmo tempo que o de alguém a quem damos um abraço faz-nos de tal maneira bem à saúde, traz-nos uma tal paz, que até existe uma forma de tratamento chamada Terapia do Abraço. Um bom abraço ajuda-nos a sentir as muitas dimensões do amor: a facilidade para receber e dar, a sensibilidade para o sofrimento, a disponibilidade para a alegria de se divertir e a profundidade da ternura. Abraçar alguém é como dizer-lhe: "Olha, aqui estou para o que quiseres, de coração aberto para ti"! No entanto, só se a atitude interior, o pano de fundo a partir do qual nos relacionamos com os outros, for de lhes estender os braços e de os tocar, poderemos descobrir o valor da partilha. Não são só as pessoas solitárias, infelizes, inseguras, que precisam ser abraçadas. Abraçar bem dá-nos saúde. Mas não se trata de abraços sociais, de conveniência, em que duas pessoas se tocam apenas por fora – portanto não se tocam -, nem de abraços de dois amantes apaixonados que um ao outro se agarram. São abraços que acontecem porque saem cá de dentro sem que os travemos. Como expressão de um amor incondicional que nos habita – e de que não temos medo, porque o olhamos como algo que verdadeiramente nos liberta. A intimidade que um abraço sincero oferece é a da compreensão. Da atenção. Da solidariedade. Da amizade que existe para lá da exaltação dos sentidos, apenas por ter a consistência daquilo que brota do fundo de nós mesmos e que se mantém quer faça sol quer chova. Abraços são uma espécie de foguetes capazes de fazer despertar moribundos ou fazer levantar da cama preguiçosos. Explosões de vida. Há quem goste de os dar para reafirmar um vínculo de amizade ou qualquer outro sentimento. E são uma das melhores festas gratuitas a que toda a gente tem acesso. São abraços do fundo do coração, frequentes entre duas pessoas que, por nada pedirem uma à outra, de cada vez que se encontram recebem sempre muito – e apenas por isso são levadas a celebrá-lo. Quando um coração se abre para outro coração, há quase sempre uma qualquer maravilha que pode acontecer. Ou, quanto mais não seja, uma sensação de paz possível, neste mundo cheio de guerras em que vivemos.
Adaptado do texto "Venha daí um bom abraço!",Mais e Melhor, Maria José Costa Félix

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Feliz Aniversário!

(25 Outubro) (21 de Outubro)
Quem cedo e bem aprende, tarde ou nunca esquece. Quem negligencia as manifestações de amizade, acaba por perder esse sentimento.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Metamorfose!

O que mais importa não é o novo que se vê, mas sim o que se vê de novo no que já tinhamos visto!
Vergilio Ferreira

sábado, 17 de outubro de 2009

Parabéns, Cunhada!

Hoje mais que nos outros anos, o beijinho de Parabéns estende-se com um abraço enorme pelo momento frágil que estás a atravessar!
Tenho muita honra em fazermos parte da mesma familia!
Feliz Aniversário, Xana!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Ria e... Bom fim de semana!

video

Não me canso de ver, ouvir e rir! Still Loving You!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

sábado, 10 de outubro de 2009

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Parabéns!

30 de Setembro 07 de Outubro!
E como achei que as fadas, flores e borboletas não te favoreciam, decidi colocar o teu lindo rosto!! (ou o que se pôde arranjar!!!)
"As pessoas entram na nossa vida por acaso; mas não é por acaso que elas permanecem"!!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Mas que grandessíssimo concerto!

Faz hoje precisamente uma semana por esta hora estava ainda a recompor-me de um concerto memorável, sem dúvida! Desde a energia com que nos abrilhantaram durante todo o concerto, aos cenários, luzes e fogo de artificio, às palavras ditas em português quase perfeito, às músicas do novo álbum como "21 Guns" mas também aos sucessos como "Boulevard of Broken Dreams", "American Idiot" e ao apoteótico "Basket Case", valeu o dinheiro, o tempo e as horas de sono gastas! Só faltou mesmo "Wake me up when September ends"! Mas eu já perdoei! :)
Um Pavilhão Atlantico quase, quase cheio onde um sortudo teve hipótese de cantar uma música no palco e outro de tocar! Só continuo sem perceber quem era o coelho... Um grande bem haja ao meu adorado Tré Cool, és o maior!
No rescaldo, um grande concerto (mais um), a que tenho o previlégio de dizer: "Eu Fui!"
A companhia, foi a compincha, quem mais?! Aqui, já em final de festa mas com a adrenalina ainda a correr a grande velocidade!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Não é um Doce? :)

Já fui sonho... projecto... feto...
Hoje, sou como o raiar de um novo dia, o brotar de uma semente, o desabrochar de uma flor!
Sou como uma doce melodia, com autor e partitura!
Só preciso que me "toquem" com ternura, para que eu possa ser gente!
Do bem, quero ser sempre contexto, Não nasci para ser avesso!
Sou portador de sol, trago luz, alegria e esperança,
Afinal sou criança!
Walter Pimentel
(Este é o Miguel! Parabéns aos Papás! A minha alegria é, mais uma vez, infinita!)